Quem Somos

Somos uma rede de pastores e igrejas, comprometidos com uma teologia cristã reformada e engajados no cumprimento da grande comissão de Cristo através da plantação de novas igrejas em cidades brasileiras.

No que cremos?

Cremos que a plantação de igrejas é a melhor forma de cumprirmos a grande comissão por que:

  • Novas igrejas não despendem energias na tentativa de solucionar pendências históricas e administrar conflitos passados as quais drenam boa parte de suas forças.
  • Novas igrejas empenham a maior parte de seus recursos e esforços na tentativa de comunicar o evangelho de Jesus àqueles que ainda não o conhecem.
  • Novas igrejas adaptam-se mais facilmente ao contexto em que estão inseridas e à cultura daqueles a quem desejam comunicar o evangelho de Jesus.
  • Novas igrejas são caracterizadas por novos cristãos, os quais, nos dois primeiros anos de caminhada cristã, mostram-se bem mais efetivos na evangelização do que a grande maioria de cristãos mais experientes.
  • Novas igrejas abrem espaços para que cristãos exerçam, de forma constante e efetiva, seus ministérios concedidos pelo Espírito Santo.
  • Novas igrejas desafiam as igrejas já existentes em sua região a um repensar teológico e estratégico o que contribui grandemente para um processo de revitalização.

Cremos que um processo sadio de plantação de uma nova comunidade cristã passa, necessariamente, por:

  • Elaboração prévia de um projeto.
  • Seleção e treinamento adequado do plantador.
  • Estabelecimento de parcerias estratégicas.
  • Supervisão pastoral e administrativa do plantador.
  • Definição clara de um ciclo visando a auto-suficiência.
  • Compromisso com a multiplicação do processo.

Cremos que a igreja que emerge deste processo deverá ser grandemente caracterizada:

  • Pelo constante diálogo com a cultura
  • Pela criatividade nos seus métodos
  • Por uma adoração inspiradora.
  • Por uma pregação bíblica, com integridade e relevância.
  • Por uma espiritualidade transformadora
  • Pelo compromisso com a ética cristã.
  • Por um modelo participativo de liderança
  • Por relacionamentos afetivos e acolhedores
  • Pela compaixão e ação para com os que sofrem
  • Por uma paixão evangelística.

Como atuamos?

  • Fóruns de reflexão teológica e estratégica sobre o tema.
  • Avaliação e treinamento para plantadores em potencial.
  • Apoio no estabelecimento de parcerias para projetos de plantação de novas igrejas.