Plantação de Igrejas, termômetros e termostatos


Não é mais fácil apontar os erros dos outros e dizer às pessoas o que fazer, ao invés de ser uma parte da solução?

Minha esposa e eu temos notado isso em nossos filhos, eles adoram se fazerem de vítimas. Sempre que há conflito, em vez de descobrir isso em si mesmos, eles vêm até nós chorando “injustiça”!

Gostaria de saber onde eles aprenderam isso? Eu sabia que nunca deveria tê-los deixado assistir a Vila Sésamo…

A fim de corrigir esta atitude, há poucos dias, minha esposa começou a ensiná-los a diferença entre ser autoritário e ser líder. Aqui está a diferença:

  • Pessoas autoritárias apontam os erros dos outros, esperam que os outros corrijam os problemas delas e elas nunca estão erradas.
  • Líderes assumem a responsabilidade pelas situações, não se debruçam sobre os problemas, focam em soluções e fazem as mudanças acontecerem.

Eu estava refletindo sobre esse novo paradigma da paternidade (a propósito, minha esposa é incrível), e não pude deixar de notar a semelhança que isso tem com termômetros e termostatos. Deixe-me explicar:

  • Termômetros apontam para o que é no momento, esperam que os outros façam algo com essa informação, e nos fornecem o padrão – eles nunca estão errados. Termômetros são indicadores.
  • Termostato, por outro lado, tiram a informação a partir do termômetro e fazem algo com isso. Termostatos assumem a responsabilidade pelo meio ambiente e se concentram em soluções. Termostatos são agentes de mudança.

Você pode ver as semelhanças que as pessoas autoritárias têm com termômetros e os líderes têm com termostatos?

Então, o que você é? Você está mais para um termômetro ou para um termostato? Esta é uma questão importante porque afeta a postura que você irá inconscientemente tomar ao plantar e liderar uma igreja.

Nós vemos essa diferença o tempo todo. Existem igrejas em nossas vizinhanças que têm a abordagem do termômetro, eles se esforçam para tornarem-se o direito moral e padrão para a comunidade. Eles esperam que todos passem a aderir a suas crenças e práticas, independentemente do local onde as pessoas em sua comunidade estão com relação à Jesus. Ao mesmo tempo, também há igrejas que tomam a abordagem do termostato. Em vez de condenar a sua comunidade, eles são ativos em ajudar as pessoas a saborearem e conhecerem o Evangelho. Eles vivem como uma comunidade alternativa do Reino e ajudam as pessoas a experimentarem a presença e o reinado de Deus apontando-lhes Jesus.

Então que tipo de igreja você quer liderar? Que tipo de igreja seria mais eficaz em alcançar aqueles que estão longe de Deus?

Eu espero que você tenha dito igreja “termostato”, mas para ser sincero, aqui estão alguns pensamentos de como plantar e liderar ambos tipos de igrejas:

Se você quer plantar e liderar uma igreja termômetro:

Concentre-se ao máximo em conhecimento.

As Escrituras falam sobre a importância de estarmos sempre “preparados para respondermos a qualquer que nos peçam a razão da esperança que há em nós” (1 Pedro 3:15). É fácil cair na armadilha de se concentrar tanto na parte do “estejam preparados” que você nunca tem uma oportunidade de realmente compartilhar o conhecimento com qualquer outra pessoa. No entanto, se você quer plantar e liderar uma igreja termômetro, então concentre-se ao máximo em conhecimento.

Tenha oportunidades de serviços únicos.

A beleza de distribuir garrafas de água e cozinhar em um abrigo para os sem teto é que faz a sua igreja se sentir bem. Oportunidades únicas de serviço são uma ótima maneira de “introduzir” a sua igreja para o serviço, a menos que essas oportunidades se transformem em parcerias em andamento, então não haverá muito potencial para uma transformação duradoura do Reino em sua comunidade.

Questões de piquete.

Protestar é a atividade máxima do “sentir-se bem” para que haja uma mudança social. Se é você quem protesta, isso é bom desde que você se levante por um assunto fazendo com que a sua voz se torne conhecida e faça isso com os outros na comunidade. No entanto, a menos que você esteja protestando sobre uma questão de vida e morte, como genocídio, a um estranho, vai parecer que você está apenas reclamando.

Se você quer plantar e liderar uma igreja termostato:

Ouça a sua comunidade.

Deus já está trabalhando em sua comunidade, então se aprimore fazendo perguntas. Mesmo que você tenha vivido em sua comunidade por um longo tempo, tome a postura de um missionário e peça a Deus para lhe mostrar quem são as pessoas da paz, os guardiães-influentes em sua comunidade. Ao ouvir primeiro, Deus lhe mostrará o impacto único no Reino que ele está querendo que a sua igreja faça.

Viva na sua comunidade.

Se Deus está lhe chamando para plantar e liderar uma igreja em uma comunidade particular, então Deus irá cuidar de você. Eu entendo que se você tem uma família, você precisa levar em consideração os custos de moradia, os índices de criminalidade e escolas, mas por favor não vá morar a apenas 30 minutos da igreja que você está plantando e liderando. Isso simplesmente não funciona.

Atenda às necessidades da sua comunidade, mas nunca deixe o Evangelho fora dela.

Ao plantar e liderar uma igreja, é importante que você esteja cumprindo ativamente as necessidades de sua comunidade de uma forma contínua. No entanto, certifique-se de que em tudo o que você faça tenha o Evangelho no centro dela. Isso não significa que você precisa compartilhar o Evangelho cada vez que você ajudar alguém que esteja longe de Deus, mas significa que você esteja sempre orando por uma oportunidade de compartilhar o evangelho com aqueles que estão longe de Deus. Você entendeu a diferença? Não faça o bem apenas para um aperto de mão. Faça o bem para que os outros vejam as vossas boas obras, experimentem o amor de Deus e glorifiquem a Deus (1 Pe 2:12, Matt 5:16).

Aqui estão os pensamentos de Martin Luther King Jr. sobre esta questão:

Houve um tempo em que a igreja era muito poderosa. Foi durante o período em que os primeiros cristãos se alegravam quando eram considerados dignos de sofrer pelo que acreditavam. Naqueles dias, a igreja não era meramente um termômetro que registrava as idéias e os princípios da opinião popular; era um termostato que transformava os costumes da sociedade.

Se você ainda não entendeu, eu estou obviamente inclinado a ser uma igreja termostato. Dito isto, você consegue pensar nas igrejas da sua comunidade que optariam por qualquer abordagem? Quão eficaz que você diria que elas são para alcançar aqueles que estão longe de Deus?

Ah, e os meus filhos? Bem, eles estão começando a pegar a diferença … na maioria das vezes.

* Artigo concedido pelo autor. Fonte: www.churchleaders.com

Ed Stetzer
Presidente da LifeWay Research e da LifeWay’s Missiologist in Residence. Ele tem treinado pastores e plantadores de igrejas em cinco continentes, possui dois mestrados e dois doutorados, e tem dezenas de artigos e livros escritos. Ed é um editor contribuindo para Christianity Today, um colunista do Outreach Magazine e Catalyst Montly, faz parte do conselho consultivo do Sermão Central e Líderes do Christianity Today’s Building Church, e é freqüentemente citado ou entrevistado em canais de notícias, como USA Today e CNN.